sexta-feira, 1 de maio de 2009

A favor de uma conveniência feminina 24h.

É fato: Ou você encontra a roupa perfeita levando em consideração as possibilidades de mudança climática, ou a hora de se arrumar para sair será pior que lavar a louça logo após fazer as unhas, UM TORMENTO!
Aquele dia quente, ensolarado e com pouco vento. Você, esperta que é, começa a fazer planos para a roupa fatal e marcante que usará para sair a noite. Bingo, escolhida.
Chega em casa tranquila, tira ela do guarda-roupa, coloca em cima da cama e vai para o banho. Tudo perfeito. Quando sai do banheiro.. começa a procurar o cinegrafista, pq SÓ PODE ser pegadinha. De uma hora para a outra o tempo mudou, começou um dilúvio, esfriou e o vento se assemelha ao do filme "Twister" (deixando claro que seu cabelo, hoje, ficará tão bom quanto o da faxineira da vizinha). Aí você, com aquela calma que só o desespero dá, se dirige ao closet na intenção de encontrar uma roupa tão glamurosa quanto a anterior, mas de frio. 
Ahh minha cara, sinto lhe informar, mas seu humor acaba aqui.
Além da dificuldade em escolher OUTRA roupa, você começa a lembrar de todos os chocolates, lasanhas, chips e cafés cheios de açúcar que tem tomado desde o ultimo dia de frio, quando usou pela ultima vez aquela calça de lycra chiquérrima que está no seu corpinho neste exato instante, apontando maldosamente aquelas gordurinhas localizadas que até então, nenhuma outra roupa havia mostrado.
Obviamente você liga para a amiga quase chorando e diz: NÃO VOU MAIS. Esquece, finish, minha noite acabou! Vou assistir "tela quente" tomando chá verde e rezando para amanhecer 5kg mais magra amanhã, porque além de não ter roupa, NENHUMA das que tenho me serve mais. NENHUMAA (com aquele tom dramático que só mulheres em crise sabem fazer). Ao que sua amiga responde: Ai menina, larga de ser besta, nada a ver. Você tem um monte de roupas aí. E você não está gorda, para de frescura! 
Aí entra a parte "socorroestouemcrise": Ahhhh, você tah falando isso porque não me viu hoje ainda. Ainda bem que não vou ao supermercado, caso contrário viraria ponto de referência: "moço, onde estão os tomates? Estão alí senhora, ao lado da gordinha mal vestida". Ou ainda, passeando na rua, a criançada se esconderia atrás das pernas da mãe dizendo:"olha mãe, olha. A mulher monstro existe". Não dá, se me verem assim na festa vão comentar que eu tenho comido bacon demais e espelhado meu estilo na "Beth, a feia". Não vou mais e ponto. E a próxima vez que me chamar para comer pizza ou tomar café na confeitaria, vou chutar seu traseiro.
É claro que depois de muita manha e birra, você acaba saindo de casa. Não fora da crise, óbviu. E isto fica explícito quando um velho amigo chega e pergunta: Nossaa, quanto tempo. Como você está??? Estou gorda, e você?
Viram como se faz necessária uma conveniência feminina 24h? Caso houvesse, este problema não tomaria estas proporções. Seria só dar um pulinho na conveniência e escolher uma roupa perfeita e que coubesse. 
Ou ainda, quando você saísse daquele ambiente particular no final da noite, descabelada e com a maquiagem borrada, ao chegar em casa não precisaria dizer que lutou contra um urso. Seria só passar na conveniência e "voilá", teria uma cabeleleira prontamente lhe esperando com uma escova, um secador e um kit rápido de maquiagem super usual que te deixaria com cara de "princesinha da mamãe" em um instante.
Desde já deixo claro que se alguem desejar montar uma empresa assim, tem meu inteiro apoio. (Meu e provavelmente de todas as mulheres que passem por este tipo de situação, ou seja, 100%!).
Fica a dica para um negócio próspero e completamente agradável aos olhos femininos. 

PS 1: Este texto é um apelo social para o bem dos homens e das amigas das meninas em crise.

PS 2: Dedicado à Preta, minha amiga em crise!

4 comentários:

  1. Sabe essa menina, toda patricinha!!!
    Que chega na festa, toda se achando
    Ta cheia de onda, só vive na prancha
    Mais se o tempo fecha, cabelo desmancha
    Vira um toim-oim-oim , bate o desespero
    Chama sua amiga corre pro banheiro
    Começa chorar, maquiagem já foi
    Cadê aquela menina que parecia granfina
    Só ficou no pó de arroz.
    Já e fim de festa, povão misturou
    E da patricinha, nada que restou
    Pra quem tava no wisk, pinga não
    Ta enjeitando, bebeu ate querosene e
    Continua se achando.

    UHASUIAHSUIAHSIUAHSUAUAS

    GIIIII PELO AMOR DE DEUS, CONVENIÊNCIA FEMININA JÁÁÁÁÁ. EU IRIA DAR PULOS DE ALEGRIA..
    hahhahaha otima ideia, parabéns!! eeheuiheuieheui
    " e vc como é q tá?...estou gorda" asuihasuihasuihasuihas

    ResponderExcluir
  2. será que eu ri? ótima idéia gi, tem meu apoio! HAIUSHDUIASHDIUHASDUIHASIUDHIUASD PS: sou sua fã sim, e tenho dito! (;

    ResponderExcluir
  3. Naaaaaaaaaaath! ;)5 de maio de 2009 13:43

    Tem meu total APOIO!

    ResponderExcluir
  4. Apoiada.
    Alguém quer uma sócia?

    ResponderExcluir